quinta-feira, 3 de novembro de 2022

   



Curso de introdução à Meditação

Quando me propus fazer este Curso de introdução à Meditação, e informei os mais próximos a resposta é sempre a mesma fazer uma coisa que não interessa a ninguém, porque te metes nisso.
Achei interessantes os comentários, pois pude-me aperceber que realmente toquei no ponto nevrálgico de um assunto que normalmente não é abordado como curso e ao mesmo tempo o tema nunca foi tão profanado e deturpado como é hoje.
É certo que vivemos, atualmente, num contexto mundial onde a condição humana, apenas voltada para os interesses instintivos, sendo claro que somente pensam em obter posses, dinheiro, bens materiais e status, mas tudo isto não nos fornece a paz e a serenidade tão almejadas por todos; mas ao contrario, quase invariavelmente, acaba por nos proporcionar dor e sofrimento, carregados de ambição e apego. Algumas pessoas começaram a buscar algo que possa preencher o vazio existencial, criado pela falta de propósitos superiores na vida, sem saber exatamente o que procurar, onde procurar e ainda como fazê-lo. Daí, para a banalização e profanação dos conhecimentos transcendentais, é somente um pequeno passo, pois vemos a superficialidade e curiosidade com que tais ensinamentos estão sendo explorados e divulgados. Hoje em dia, todos são mestres e iluminados e também com a quantidade de livros e artigos publicados, tal como toda a informação on-line que nos confunde e baralha.
Pois bem! Onde está a fraternidade mundial, o espírito humano, ecológico e a paz?
Será que falamos de uma consciência mental adquirida através de uma conhecimento teórico ou partimos para a prática e nos sentamos.
Mas, qual a relação de tudo isso com este curso sobre Meditação?
As mudanças não existirão sem uma prática que passa pela análise e estudo da mente e o despertar do que há além dela. E nada disso é verdadeiramente possível sem a meditação.
Não existirão mudanças duradouras e reais, em termos de indivíduos e em termos de humanidade, sem a prática diária e ampliada da meditação. Pois nada mudará, se o indivíduo não mudar. E o homem, como indivíduo, não mudará em essência, se não explorar, através da meditação constante, o seu interior.
Como expressei atrás, a meditação é o ponto nevrálgico disso tudo, porque é aqui que podemos diferenciar a realidade da fantasia e da mentira, mas quando nos referimos à meditação, que exige esforço, tenacidade, autodomínio e paciência, são raras as pessoas que vencem suas debilidades e se submetem a uma auto-disciplina essencial neste trabalho.
Deixo aqui algumas questões:
Pode existe esoterismo e transformação sem o auto-estudo sistemático e duradouro pela meditação?.
Como é que o homem deixará de ser o que é hoje, enquanto não descobrir o que o seu inconsciente lhe reserva? ,
Como conseguimos alterar o sofrimento e a dor, o ódio, a cobiça e o egoísmo, que estão disfarçados com a roupagem filantrópica?
É por isto, que a meditação nos poderá elevar acima da razão, a ponto de nos conectar com o nosso ser interior e com a própria divindade.
Para encerrarmos esta Introdução, sinceramente, chamamos a atenção sobre a seriedade do assunto e a honestidade como o vamos abordar.
Se compreende a importância da meditação para o seu crescimento pessoal, e tomou a decisão de iniciá-la, então isto é para si, esta viagem só poderá iniciar-se quando o passageiro tem ânimo, vontade e está pronto para efectuar a viagem. Este tónico é importante no início para que haja a superação de si mesmo, mas chegará o dia em que a meditação não será mais um sacrifício, mas sim um alimento sem o qual tudo o que existe dentro de nós, não poderá sobreviver, poderá sentir o sopro divino e a energia a circular no seu corpo, e tudo isso lhe dará forças para continuar a sua prática, por mais árdua que possa ser.
Sua energia, sua luz, sua felicidade e seu amor serão fontes de vida para todos os que o rodeiam.
 
Para quem se destina este curso:
Curiosos sobre meditação
Entusiastas a respeito do autoconhecimento
Pessoas que pretendem mudar de vida
Praticantes intermediários de Meditação
Praticantes iniciantes de Meditação
Quem quer aprender a meditar
Quem quer aprender a colher os benefícios da meditação

Horário e programa
Sábado dia 3 de Dezembro
inicia pelas 8,30h
termina pelas 18,30h
Sábado dia 3 de Dezembro
Recepção 8,30h
História da meditação
Introdução á meditação
Intervalo
Meditação e saúde
O sentar
A plena atenção
Anapana
Prática
Almoço
Anapana
Leitura de textos
Intervalo
Prática
Conversa com o professor
Fim do dia 18,30


Domingo dia 4 de Dezembro
inicia pelas 8,30h
termina pelas 18,30h
Tikapatthana sutta
Meditação Anapana
Introdução ao Vipassana
Intervalo
leitura de textos
Vipassana
Conversa com o Professor
Almoço
Leitura de textos
Vipassana
Intervalo
Metta
Conversa com o professor
Fim do dia
 
valor do curso 120€
inscrição e pagamento até 25/11 valor 100€
 
Local
Instituto de Medicina Ayurveda
Rua dos Carregais 671,
Gondomar
 
informações e reservas
ayurveda.gdm@gmail.com
telm 966 058 320


segunda-feira, 17 de outubro de 2022

Dia Internacional da Medicina Ayurveda

 

 

Dia Internacional da Medicina Ayurveda




O Dia do Ayurveda é comemorado todos os anos em Dhanteras, que é o aniversário de nascimento de Banha Dhanwantri. Acredita-se que o Senhor Dhanwantari é a divindade Hindu da Medicina Ayurveda e é um avatar de Banha Vishnu.

A AYUSH ( Instituição que gere a Medicina Ayurveda na India) celebra o Dia do Ayurveda todos os anos no Dhanvantari Jayanti e este ano será comemorado no dia 23 de outubro. O Ministério comemore em colaboração com todos os Ministérios e departamentos do Governo da Índia para que todas as pessoas estejam cientes do que é a Medicina Ayurveda.

A celebração do Dia do Ayurveda é uma iniciativa para promover ainda mais a Medicina Ayurveda no mainstream. Seus motivos também incluem foco nos pontos fortes do Ayurveda para o bem estar do ser humano e seu princípio de tratamento único. A medicina Ayurveda influencia em todos os casos de doença devendo por isso explorar-se o seu potencial de modo a contribuir com as  Políticas e Programas de todos os sistemas Nacionais de Saúde.
O IMAY - Instituto de Medicina Ayurveda  de Gondomar resolveu associar-se a este dia de modo a enfatizar a conscientização da importância da Medicina para os dias de hoje fazendo com que toda a nossa vida  se tornar saudável e forte.

Este evento executado neste dia faz com que possamos estar em sintonia com a AYUSH e faz com que todos se possam unir de modo a levar o Ayurveda a todos e dando uma visão diferente desta Medicina de modo a tornar a vida das pessoas mais qualificada e tornar o mundo mais saudável.

Neste dia pelas 18 horas vamos fazer uma celebração a Dhanvantari e efectuar um japa - 108 mantras

OM SHREE DHANVANTARI NAMAH


Este  Puja  e japa realizados juntos aumenta muitas vezes mais a nossa energia e altera os nossos fluxos internos. Proporcionam ainda um alívio às pessoas que sofrem de problemas físicos, mentais e psicológicos, podendo também ser realizado para quem tem problemas de saúde ou para aumentar a longevidade e o rejuvenescimento da saúde e da vida. Também é realizado por praticantes do ayurvédicos no dia Trayodashi para que as suas carreiras sejam mais auspiciosas e de sucesso.
 


sábado, 17 de setembro de 2022

O numero 7 está connosco e com a nossa ligação energética

 

 


 

o numero 7  está connosco

O aspecto fundamental do pensamento hindu é sua natureza prática. Desde a sua criação, há mais de  5000 anos atrás a. C., em que o pensamento dos sábios hindus foi centrado em resolver os problemas fundamentais de nossos dias, ou seja, a sua sabedoria nasce da tentativa de alcançar uma vida melhor.

A mitologfia Hindu define catorze mundos (Lokas considerados como mundos)divididos em um par de 7: - Sete mundos superiores (céus)
- Sete inferiores (infernos).
Os hindus acreditam que só na Terra, na condição humana, é que a alma alcança a salvação suprema, livre do ciclo de nascimento e morte, para além dos quatorze mundos.


 


Também de Acordo com a Filosofia Hindu nunca se devem contar a ninguém estas 7 coisas:
Não se trata de manter algum segredo, mas sim de que é preferível não divulgar certas coisas pessoais. 

1 . Não revele seus projetos: Espere até que seus projetos sejam finalizados para falar sobre eles. 
2 . Não divulgue seus atos de caridade: 
3 . Não divulgue seus atos heroicos: 
4 . Não divulgue as intimidades: 
5 . Não divulgue seu conhecimento espiritual: 
6 . Não divulgue seus problemas familiares: 
7 . Não divulgue tudo o que ouve:

 

O Homem, assim como a natureza, é chamado de saptaparna (planta de sete folhas), simbolizado geometricamente por um triângulo sobre um quadrado. Nesta constituição setenária, podemos entender o Atman como a coroa que encima a constituição humana (a ponta superior do triângulo), fornecendo-lhe o seu espírito imortal.
O Atman, com o objetivo de individualizar-se, emana de si um princípio mais denso chamado Budhi. Esta díade Atman-Budhi reveste-se de princípios cada vez mais densos, e em número de sete. Iniciando do

mais denso para o mais sutil:
1 . Stula Shakira - o corpo fisico também considerado como denso
2 . Prana - Corpo vital
3 . Linga sharira - O duplo etérico, o corpo astral
4 . Kâmsa rupa - O corpo dos desejos ou corpo emocional.
5 . Manas -  O corpo mental. Nossa Alma Humana, ou Mente Divina.
6 . Budhi - Nossa Alma Divina;
7 . Atman - A nossa Essência Divina;


 

 

 O 7 chakras

aqui não falo nada pois é mais do conhecimento de todos 


 

Outra importância do numero 7 

Para aqueles que praticam actividade sexual com muita leveza, deixo aqui esta informação:
Os chakras regeneram-se a cada 7 anos; portanto, se você estivesse com uma pessoa pelo menos uma vez, a sua energia permanecerá em si durante esses 7 anos.
Quando tem um relacionamento sexual com alguém, um processo energético inteiro começa.
Principalmente os chakras-raiz (Muladhara) de ambos, unem-se e dessa intimidade as auras se fundem, fundem-se para criar uma grande energia áurica ao redor de ambos.
Ao se separarem, deixam uma impressão energética e kármica.
Quanto mais relacionamentos você tiver com uma pessoa, mais profunda será a conexão. É por isso que às vezes se lembra tanto do seu ex ou com quem se tornou íntimo, mudando  a sua vibração, e vai cria laços energéticos que os unem, onde mais tarde eles continuam a transmitir uma energia  num nível subtil.
Em cada relacionamento, a parte da energia da outra pessoa é adquirida. Se você tem relacionamentos com pessoas que são densas, inconscientes, desprovidas de luz e amor, instáveis, então você adquire o mesmo... o mais natural que o seu paradigma vai mudar e nada a vai fazer feliz, mesmo que tenha muitas razões para o ser. Se a outra pessoa fez algo que marcou seu karma, você também o adquire e isso pode atrair experiências dolorosas.
Por outro lado, se tem um relacionamento com alguém que é consciente, cheio de luz, ama e mantém sua energia limpa, uma maravilhosa troca de energia positiva é gerada para ambas as pessoas. Ambos crescem em amor e consciência.
A energia do amor e da sensorialidade é tão grande e mágica que vibra tão alto que faz com que a pessoa alcançe um estado expandido de consciência. Essa energia também permanece nos dois como novos códigos de luz.
Quando alguém tem actividade sexual ( penetração ) sem ter achado qualquer motivo para o ter ou fazer, pode alterar esse estado de situação e decidir quando mudar. Deve em primeiro perguntar porque atrai para a sua vida pessoas cujas relações comigo são vazias, dolorosas e densas?
- Podemos considerar que em primeiro a atração é feita por vibração: atraímos o que vibramos.
- Em segundo para aprender: a outra pessoa é um reflexo de si, ela mostra-lhe as suas sombras para que as possa reconhecer e trabalhá-las.
Em terceiro devido a conflitos internos e emocionais: não aprendeu a amar, não aprendeu a valorizar-se ...
Analisando estes factores o mais natural que aconteça é poder-se relacionar com pessoas do seu mesmo nível vibratório, pode até apegar-se por alguém assim, com a incapacidade de amar e de se valorizar até mesmo chegar a usá-la, pois percebe vibracionalmente a sua necessidade de amor, mas isto no final apenas reflete o relacionamento consigo mesmo. Ame-se a si mesma e amará o outro e os outros a amarão. Este não é um convite para não ter actividade sexual, pelo contrário, você deve partilhar e praticar AMOR de modo a aumentar o seu nível vibracional  de modo a atrair pessoas com quem possa estar e ser estável e ajudá-la a crescer e não destruir o seu trabalho evolutivo.
As pessoas que vibram alto sabem escolher amor e luz.
Partilhe sempre o seu amor e sensorialidade com as pessoas com qual se identifica e de um modo geral com as pessoas que gostaria de ser.  


Uma parte deste texto apareceu-me e não sei quem foi o autor para o citar. Gostei de ler sendo uma coisa que falo á muito tempo que não temos noção. Fiz algumas correções que considerei importantes para que o texto fizesse mais sentido e acrescentei alguma simbologia do numero  sete.

 


 



 



quarta-feira, 4 de maio de 2022


Concerto meditativo de sons e voz

como em todos os dias de lua cheia aqui fica mais um concerto meditativo de voz e som