sexta-feira, 4 de julho de 2014

Magnésio - Sulfato | Cloreto



Cloreto de Magnésio

Em primeiro queria esclarecer uma dúvida que me é muito colocada é qual a diferença entre Cloreto de magnésio e sulfato de magnésio, ambos são sais inorgânicos, mas são substâncias químicas diferentes:
Pela formula química percebe-se a diferença, o cloreto de Magnésio (MgCl2) e o Sulfato de Magnésio ( MgSO4) ambos , são sais de carácter ácido, pois na sua hidrólise(reacção com a água) formarão um ácido forte(HCl e H2SO4) e uma base fraca(MG(OH)2)
No nosso caso o que nos interessa pelas suas propriedades é o Cloreto de Magnésio
Que é usado para diversos fins, designadamente na culinária, para preparação de tofu a partir do leite de soja, na medicina, com fins terapêuticos e mesmo na indústria, mas aqui vou só considerar os fins terapêuticos.
O Sulfato de magnésio usado na composição de ração animal, de concentrados e suplementos.

Existem diversos tipos de Magnésio  associado a outras moléculas orgânicas ou inorgânicas. Alguns exemplos:
Cloreto de Magnésio, Sulfato de Magnésio, Carbonato de Magnésio, Citrato de Magnésio, Aspartato de Magnésio, Gluconato de Magnésio, Oratato de Magnésio e Oxido de Magnésio.

O sulfato de Magnésio também designado por sal de Epsom, existindo também o sulfato de magnésio anidro.
Estes dois componentes o Magnésio e os sulfatos tem uma importância vital na manutenção da saúde e na vitalidade do nosso corpo.
Sulfato de Magnésio produz o equilíbrio mineral no nosso organismo, trata a osteoartrite a quando de descalcificação, reanima o corpo e as suas principais funções, estimula os rins eliminando por isso o ácido úrico.
Regula a actividade neuromuscular e participa na transmissão dos impulsos nervosos.
É um grande mecanismo de energização e equilíbrio psicofísico de contracção e relaxamento muscular, evitando a fadiga muscular, cansaço, as caibras, fortalece os músculos, o que é essencial em qualquer ser humano e especialmente para os desportistas.
O Sulfato de magnésio é necessário para o bom funcionamento do coração, pois desempenha um papel importante nos vários processos biológicos, melhorar a nutrição, a produção de energia, combate a depressão, as tonturas e é um poderoso agente de combate o stress.
Desempenha um papel importante na regulação da temperatura corporal.
Benéfico por evitar altos níveis de colesterol.
Regulador intestinal.
Tem acção anti convulsivante – reduz as contracções do músculo estriado por um efeito depressor do sistema nervoso central e por uma redução da libertação de acetilcolina na junção neuromuscular.
Diminui também a sensibilidade e a excitabilidade da placa motora à acetilcolina.
A nível cardíaco o magnésio reduz o número de impulsos emitidos pelo nó S-A, além de prolongar os intervalos P-R e QRS.
Para além destas indicações desempenha ainda um papel importante na formação dos ossos, auxilia no metabolismo dos hidratos de carbono e proteínas, é útil em problemas de irritabilidade neuromuscular, tais como tétano, a epilepsia, etc., prevenir e curar a próstata e as hemorróidas, impede a gripe, aumenta a juventude, evita a obesidade, previne o câncer, impede a arteriosclerose, auxilia nos distúrbios digestivos, reduzir a bronquite, evita as frieiras.

Quando utilizado em excesso ou em doses mais elevadas pode funcionar como um laxante.


Método de Preparação
Ferver 1 litro de água. Em seguida, inserir o conteúdo de uma embalabem de 33 g de cloreto de magnésio em um frasco de vidro ou recipiente (não de plástico). Adicionando a água fervida fria para dissolver, em seguida, misture e tape-a. Assim, uma preparação pura obtida mantém-se inalterada. Não há necessidade de guardá-lo no frigorífico.
Dose recomendada: o equivalente a uma chávena de café, conforme a idade e a necessidade.

Idades e modo de tomar:
O cloreto de magnésio tem de ser tomado de acordo com a idade.
Depois dos 40 anos, o nosso corpo começa a absorver menor quantidade de magnésio na ingestão dos diversos alimentos, sendo esta uma das causa do envelhecimento e do aparecimento de algumas doenças.

Aqui ficam as dosagens para manutenção:

De 10 a 50 anos: ½ chávena de café de manha
De 51 a 70 anos: 1 chávena de café pela manhã.
71 anos ou mais: Uma chávena de manha e outra à noite. 

Quando por qualquer motivo quer utilizar de um modo mais específico como os casos abaixo descritos pode utilizar:

Bicos de papagaio   
Nervo ciático
Coluna
Calcificação Surdez por calcificação

Em todos estes casos utilizar 1 chávena de manha, uma á tarde e outra á noite. Depois das melhoras passar a usar a dose de manutenção.

Artrose - 1 chávena de manha e se não sentir alteração ou qualquer alteração passar a tomar 1 chávena de manha e outra á noite. Depois continuar com dose de manutenção.

Próstata - 2 chávenas de manha, 2 á tarde e duas á noite. Melhorando passar a dose de manutenção.

Velhice - 1 chávena de manha, 1 à tarde e 1 à noite

Nota: estas recomendações não substitui um acompanhamento médico. Consulte sempre o seu médico ou médico Ayurvédico ou terapeuta Ayurvédico.

Para as pessoas da cidade em que ingerem alimentos de baixa qualidade como alimentos refinados e enlatados devem consumir um pouco mais de magnésio. Para as pessoas do campo, a dose pode ser um pouco menor. O cloreto de magnésio não é formadora de hábito, não é um elemento químico, é um elemento natural, sem contra-indicações e é compatível com qualquer outra medicação concomitante.

É aconselhável na maioria dos casos a toma deve ser efectuada continuamente por um período de 4 a 6 meses, podendo de seguida parar por um período de 2 a 4 meses( esta referência depende sempre das pessoas e dos casos clínicos portanto aconselhe-se sempre com um especialista).

A falta de magnésio nos seres humanos pode provocar, entre outras coisas: a fraqueza geral, o aparecimento de doenças degenerativas, tais como o cancro, a tuberculose, a diabetes, também neurite, distúrbios do sistema nervoso, ossos fracos, anemia entre muitas outras.

Outros modos de usar o sulfato de Magnésio
sulfato de magnésio é utilizado além disso como sais de banho, particularmente na terapia de flutuação, porque altas concentrações deste sal dissolvido em água aumentam a densidade da solução, o que faz que um corpo humano flutue. Tradicionalmente tem-se empregado para preparar banhos para os pés com propósitos de relaxamento. Em algumas partes do mundo (como na Nova Zelândia) é adicionado às bebidas caseiras; neste caso o cloreto não é importante, porque é o magnésio o que proporciona um sabor entre ácido e amargo, devido a seu íon Mg2+ que actua como o elemento que dá o sabor.

Apesar de o sulfato de Magnésio não ter contra indicações deve-se evitar utilizar:
Na insuficiência renal, pois ocorre uma elevada concentração de magnésio no plasma.
Na miocardiopatia.
No bloqueio cardíaco.
No caso de problemas respiratórios graves.

No caso de gravidez ou amamentação deve consultar um especialista.

Para auxiliar na compreensão do uso do magnésio aqui deixo mais umas dicas mais práticas e de fácil leitura: 

Os sintomas de deficiência de magnésio

Degeneração da cartilagem e o aparecimento de doenças tais como a osteoartrite e dor nas articulações
Dores musculares, contraturas, formigamento, dormência, tremores.
Taquicardia, arritmias cardíacas e espasmos coronários
Hipertensão
Dores de cabeça e tensões mandibulares
Tontura
Espasmos das pálpebras, no esôfago, estômago ou intestino
Formigamento ao redor da boca
Fotofobia, dificuldade para se ajustar à luz, luzes de visão com os olhos fechados
Cansaço de manhã ao acordar, cansaço, fraqueza
Perda de apetite
Náuseas e vômitos
Aperto no peito e dificuldade para respirar profundamente
Prisão de ventre
Cólicas menstruais
Dificuldade em engolir ou sentir-se sufocado
Hipersensibilidade ao ruído
Desejos de sal e chocolate
Doenças do sistema nervoso: insônia, ansiedade, hiperatividade, ansiedade, ataques de pânico, fobias.
Osteoporose
Cárie

Os efeitos positivos do magnésio

Ele relaxa e relaxa os músculos: o magnésio é essencial para os atletas
Fortalece o músculo do coração
Equilibra o sistema nervoso: crítica em casos de estresse, depressão, ansiedade
Ajuda a dormir melhor
Ajuda a criar colagénio, essencial para o esqueleto, tendões e cartilagens.
Diminui as inflamação da próstata
Alivia a dor
Ajuda a absorver e fixar o cálcio, de modo que, nos casos de osteoporose, cáries, etc. Alcaliza o corpo: um corpo desequilibrado é sempre ácido, devido a maus hábitos, má alimentação, poluição, estresse, etc. Magnésio reequilibra o pH.
Aumenta a secreção de insulina e auxilia na metabolização dos açúcares
Ajuda a controlar a asma e bronquite
Reduz convulsões

O excesso de cálcio e abuso só pode ser prejudicial à saúde.

Fontes naturais de magnésio

Cacau: O chocolate preto puro tem quase 500 miligramas de magnésio em cem gramas
Vegetais de folhas verdes escuras: couve, alface, espinafre, salsa.
Frutas: banana, damasco, abacate, pêssego, ameixa, maçã.
Nozes: amêndoas, castanha de caju, avelãs, nozes.
Leguminosas: ervilhas, lentilhas
Sementes
Cereal: Arroz integral, painço, aveia
Batata
Abóbora
Peixe
Brotos de alfafa
O germe de trigo
Fermento

Podemos fazer sucos ou batidos com folhas verdes, maçã, banana e brotos de alfafa, adoçado com um pouco de mel. Se tomarmos alguns destas bebidas diariamente poderemos notar rapidamente alterações no nosso organismo, e sentir uma boa sensação e um bem-estar geral.


Caso pretenda tenho disponível  embalagens com 3 saquetas de 33gr para entrega imediata, poderei enviar pelo correio.

21 comentários:

  1. O cloreto de magnésio pa é quilatado?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. olá se quis dizer qualificado sim é isso mesmo muito qualificado e estruturante do corpo humano

      Eliminar
  2. Olá Vitor José
    Bom dia!
    Então caríssimo! Por razões, desde tempos venho querendo tomar o LAXANTA, minha (fal) Mãe sempre tomava, mas não mi dispus aprender; lamento.
    Então, apos ter tomado o cloreto, todavia equivocado só uma poção, no momento, como dito, por razões de que preciso fazer CIRURGIA A CORRIGIR HERNIA INGUINAL; pretendo fazer limpeza do organismo, todavia antes da cirurgia, mas também de possíveis "vampiros das nossas energias vitais; os vermes" Então, por favor, se não inoportuno e nem dispendioso; no momento, Você poderia me orientar de como tomar o laxante.
    Sobretudo, nos encontramos aqui no Brasil, de certa forma dificulta contato mais de próximo.
    Pelo que, si dignando orientar ficamos imensamente gratos.
    Atenciosamente.

    Milton d. Medeiros -arquiteto
    arquimilton@uol.com.br

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. tem toda a razão tenho estado algo distante e sim foi uma troca prometo que irei corrigir o texto brevemente

      Eliminar
    2. Como alterei o conteúdo não fazia sentido continuar o seu comentário Ana e grato pelo comentário

      Eliminar
  4. Olá, Vitor. Sou Lúcia e moro hoje no NB, Canadá; aqui não há em nenhum lugar o Cloreto de Magnésio PA - e no Brasil é fácil e barato e constumo consumir em " cápsulas " (não gosto do sabor amargo do líguido !). A pergunta é: onde posso comprar ? Via site ou se tiver uma loja em Montreal QC. Obrigada e adorei conhecer seu site. Abraços.

    ResponderEliminar
  5. Olá! Pra fazer a limpeza inteatinal pode-se usar o cloreto de magnésio? Obrigada

    ResponderEliminar
  6. depende do tipo de limpeza que quer fazer e com que objectivos, mas pode ser efectuada via rectal e aí não precisa do cloreto de magnesio.
    entre em contacto comigo através do Email e poderei tirar algumas duvidas
    Aguardo o contacto

    ResponderEliminar
  7. Parabéns Vitor , texto. Fácil e didático gostaria de tirar uma dúvida amigo. Estou inclinado a fazer uma limpeza de figado e vesícula ,eu poderia usar o cloreto de magnesio ou o mais indicafo é o sulfato ?

    ResponderEliminar
  8. Olá Marcelo, Grato pelas palavras, o que aconselho sempre é o cloretto de Magnésio, mas também aconselho que faca sempre acompanhado e de preferência com alguem que tenha conhecimentos técnicos, existem só as explicações dos bons relatos mas existem pessoas que não contam a sua experiência.
    Qualquer duvida diga

    ResponderEliminar
  9. Olá Vitor José, sou Regi do Paraná e costumo reforçar o magnésio da minha agua com umas gotas de leite de magnésio (hidróxido de magnésio), um medicamento tradicional aqui na minha região e recomendo aos meus amigos com expectativa de diminuir a acidez do corpo,é correto isso, visto que é um remédio vendido em farmácia e ainda hidróxido.Abraço e parabéns por esta atitude de ajudar o próximo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. OLá Regi, para diminuir a acidez podemos ingerir água com limão e bicarbonato de sódio pois é mais alcalina do que o leite de magnésio mas se ingerir o leite de Magnésio já vai diminuir a acidez do seu corpo, tudo depende sempre do que ingerir e que tipo de alimentos .,. grato pelo carinho e pelas palavras bonitas

      Eliminar
  10. Não entendi no começo do texto você fala para ingerirmos o sulfato?? Não é o cloreto??

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. olá Grato pela leitura do Blog mas não vi onde mas sim a ingestão do Cloreto.

      Eliminar
  11. Olá,fui indicada por um médico a consumir o cloreto de magnésio pois me ouviu comentar que eu estava com prisão de ventre. Quando eu fui comprar e comentei na loja sobre a indicação do médico, disseram que ele não servia para tal caso e me indicaram o sulfato de magnésio. Acabei comprando os dois pois ainda acreditava na indicação do médico.
    Eu tomo desde a infância remédios neurológicos, e hoje, como Gardenal 100,oxcarbazepina 600,frisium 10,(todos 2×dia) e reconter 10. Será que fará alguma reação nos remédios o consumo de algum dos sais? Já li sobre o cloreto de magnésio e achei muito bom para a minha saúde.
    Aguardo resposta. Obrigada.

    ResponderEliminar
  12. olá pelo conhecimento que tenho não ira fazer reação com o que está a tomar penso que leu o meu artigo e ele é bem explicito sobre a diferença entre cloreto e sulfato.
    Qualquer duvida diga

    ResponderEliminar
  13. Olá! Achei o seu artigo excelente! Parabéns. Um amigo esta semana me recomendou tomar cloreto de magnésio para aliviar as fortes dores que venho sentindo no joelho. Já fui a três ortopedistas e ainda não tenho o diagnóstico. Possivelmente se trate de uma artrite. Ainda não sabemos. Há alguns anos meu nutrólogo já coloca em minha fórmula ortomolecular o componente "magnésio aspartato". Você poderia me explicar qual a diferença para os outros dois citados em seu artigo? Muitíssimo obrigada pela atenção.

    ResponderEliminar
  14. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. apaguei o seu post sem querer pode enviar outra vez a sua solicitação.

      fico a aguardar

      Eliminar
  15. bom dia Dr Vitor, para fazer a limpeza do fígado o autor do livro recomenda tomar o sulfato de magnésio , mais posso estar substituindo pelo cloreto de magnésio ? E vc pode me dizer quais as quantidades para fazer o mesmo efeito de laxante ?Obrigada

    ResponderEliminar