segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

A ingestão de água





O Ayurveda ensina-nos novamente com orientações fundamentais para algo que não estamos atentos e que cada vez é mais importante na nossa digestão e na ingestão – a àgua potável, não só dizendo o que beber mas também como deve beber e a maneira de ser ingerida, para que o nosso corpo físico possa absorver com mais naturalidade e qualidade.


A maneira como bebemos pode significar o modo como o nosso corpo efectua a absorção, retenção ou mesmo eliminação.
Todos estes processos vão interferir tanto na maneira como efectuamos a eliminação através da urina, da pele ou mesmo dos modos de arrotar depois das refeições.
Por outro lado pode ajudar ou mesmo prejudicar no processo de assimilação dos alimentos.
Sendo assim o Ayurveda efectua algumas considerações quanto ao modo de ingestão de água de modo a aumentar a nossa qualidade de vida e nutrir o nosso corpo:

1. A água deve ser ingerida sentado, tal como acontece com os alimentos.
2. A água deve ser tomada com pequenos goles podendo respirar no meio da ingestão da água e repetir este processo, e nunca beber um copo de água de uma vez só..
3. Degustar água durante todo o dia. Se você ingere muita água de uma só vez o seu corpo na realidade não a consegue absorver sendo eliminada directamente através do seu corpo. 
 4. Beba água á temperatura ambiente e em muitos casos deve-se ingerir água morna ou mesmo quente. A água fria ou gelada apaga o fogo digestivo, dificultando a digestão.
5. Nas refeições deve ingerir uma pequena quantidade de água como se a fosse só saborear, se beber muita água quando come o seu estômago vai dilatar  e em alguns casos dificultar o processo digestivo.  Lembrando uma regra fundamental aqui fica alguns dados sobre a ingestão de alimentos a quando das refeições: Ingestão de alimentos deve ser aproximadamente 50% da capacidade do estômago, ingerir 25% de água mas aqui estão incluídos os líquidos dos alimentos como da sopa, etc. e  25% do estômago deve ficar vazio, para que se processe mais facilmente a digestão.
6. Pela mesma razão, não beba muita água antes ou após as refeições. Contar que antes e depois das refeições está a ingestão dos 25% de água.
7. Devemos beber quando estamos com sede. A sede é um impulso natural que deve ser seguido, isto significa que seu corpo precisa de água.
8. No que diz respeito a quantidade de água a ingerir temos de ter em atenção pois nós temos todos altura e estruturas diferentes, e como tal tanto a ingestão de alimentos como de água deve estar de acordo com a nossa constituição e o nosso estilo de vida. Podemos seguir uma regra na qual diz que devemos ingerir oito copos de água por dia, mas devemos ter sempre em atenção ao que foi dito antes a nossa estrutura e o nosso estilo de vida, por isso esta regra não se adapta a todos. O corpo humano é como um relógio, tem o seu próprio sistema de controlo e de medição. Quando estiver com sede deve beber e deve escutar o seu corpo para ingerir a quantidade certa.
9. A sua urina é uma confirmação para saber se você está amplamente hidratado. A sua urina deve ter sempre uma cor clara, se a cor for amarela mais escura deve ingerir mais água. Tal como no processo de transpitação do seu corpo.
10. Seus lábios são ainda um outro indicador da desidratação do seu corpo, se estão demasiado secos são um indicio que o corpo está desidratado. 

As regras são tão simples, talvez até mesmo óbvias e intuitivas, mas eles podem fazer uma grande diferença na forma como você se sente e gere a sua rotina diária.
Aqui podemos inserir todos os ensinamentos do Ayurveda que nos ensina a gerir o processo do que se come e como se come, do que se bebe e como se bebe a beber.
Todos estes ensinamentos alteram todo o nosso quatidiano e a nossa qualidade de vida.

A água em excesso produz acumulação e retenção de água no nosso corpo.


Grato ao Ayurveda por tantos ensinamentos

Nota: Estas notas são dadas como um aconselhamento, não actue sozinho, procure sempre o acompanhamento de um Técnico especializado ou um Terapêuta Ayurvédico 

Sem comentários:

Enviar um comentário